Monday, 02/09/2019

Após convocação de Guaraná Antarctica em rede social, torcidas rivais se unem em apoio à Seleção Brasileira feminina de futebol

Torcedoras do Movimento Alvinegras e Verdonnas se juntaram na torcida pelo Brasil em torneio amistoso no Pacaembu

Após convocação de Guaraná Antarctica em rede social, torcidas rivais se unem em apoio à Seleção Brasileira feminina de futebol

Já virou costume em muitos estádios do Brasil: se tem jogo entre duas equipes muito importantes, com grande rivalidade envolvida, a torcida nas arquibancadas é única. Então, não poderia ser diferente na goleada de ontem do Brasil por 5 a 0 diante da Argentina, em torneio amistoso do futebol feminino, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. Só que dessa vez, o motivo era muito especial. Torcedoras de times rivais deixaram todas as diferenças de lado e aceitaram a convocação de Guaraná Antarctica para formar uma torcida única de apoio à Seleção Brasileira feminina. Haja festa na arquibancada!

Se as jogadoras do Brasil não cansam de dar orgulho para o país, agora, chegou o momento de elas deixarem o gramado orgulhosas dos brasileiros. Afinal, festejar no estádio e incentivar a equipe nacional do começo ao fim, É Coisa Nossa!

Patrocinador seleções brasileiras masculina e feminina de futebol desde 2001, Guaraná Antarctica renovou o vínculo recentemente por mais oito anos. Desde o início de 2019, a marca tem valorizado tudo o que orgulha o brasileiro, tudo aquilo que É Coisa Nossa. Por isso, nesse novo ciclo do futebol feminino, resolveu, mais uma vez, mostrar todo seu apoio para as jogadoras. E nem mesmo qualquer rivalidade poderia atrapalhar essa corrente.

Se muitos achavam difícil haver harmonia na arquibancada, as torcedoras provaram o contrário e deram um show. A convocação, feita pelas redes sociais, uniu as palmeirenses do Verdonnas e as corintianas do Movimento Alvinegras. A ideia de juntá-las em apoio à Seleção Brasileira transformou o Pacaembu em um caldeirão verde-amarelo.

“Guaraná Antarctica convidou a gente para acompanhar a Seleção junto com a torcida do Palmeiras. Foi muito bacana. A gente entende que a equipe feminina precisa da gente acima de qualquer rivalidade. Elas passam por um momento de transição importante, o futebol feminino vem crescendo cada vez mais. Então, é importante a gente apoiar. Entendemos que é bom estar juntas nesse momento, independentemente do time que torcemos. Essa iniciativa é muito importante”, afirmou Alana Takano, da Movimento Alvinegras.

“Guaraná Antarctica nos convocou e foi muito legal. Acreditamos muito nessa união das mulheres. Foi uma iniciativa muito legal, topamos de cara. Rivalidade nessa hora não importa. Em termos de futebol feminino, a gente sabe que é fundamental essa união. O futebol feminino precisa ser muito maior ainda. Torço pelo Palmeiras, mas acompanho todos os times”, destacou Tainá Shimoda, da Verdonnas.

A torcida ainda contou com o reforço das integrantes do Joga Miga, uma iniciativa multiáreas que incentiva meninas a jogarem futebol em todo o país. “A parceria com Guaraná Antarctica começou na Copa do Mundo e estamos muito felizes de ver a marca apoiando não apenas a seleção, mas o futebol feminino como um todo. Mais de 150 participantes do projeto aceitaram a convocação de Guaraná pelas redes sociais e vieram ao Pacaembu torcer pelo Brasil”, comentou Nayara Perone, idealizadora do projeto.

“Guaraná Antarctica sempre apoiou as seleções, feminina e masculina, de todas as categorias. Somos uma marca que apoia tudo o que dá orgulho para o brasileiro. E estamos ansiosos acompanhando as evoluções e conquistas do futebol feminino. Então, para esse jogo, queríamos mostrar que qualquer rivalidade pode ficar de lado em torno de algo especial, como a equipe brasileira”, afirmou Daniel Silber, gerente de marketing de Guaraná Antarctica.

Guaraná Antarctica iniciou neste ano uma campanha para valorizar ainda mais o futebol feminino no país, incentivando outras empresas a apoiarem a modalidade feminina. A campanha contou com a atacante Cristiane, a meia Andressinha e a lateral-direita Fabi Simões. As três atletas fizeram um ensaio fotográfico simulando a participação em propagandas de diversos segmentos, como beleza, produtos esportivos, cartão de crédito, entre outros. Essas imagens, então, foram negociadas com mais de 15 marcas e o valor arrecadado foi dividido entre as jogadoras e o Joga Miga.

 

 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba as novidades da Conebel

Trabalhe Conosco